Sempre Juntos | Ivi + Rafael

26 de mai de 2017

às 15:05

O dia está feio e chuvoso aqui em Porto Alegre, mas eu trago um casamento com cores fortes para espantar esse dia cinzento!


A Ivi e o Rafael casaram mês passado em uma cerimônia linda com o Padre João (o mesmo que fez meu casamento)
Seus convidados foram recepcionados na Associação Leopoldina Juvenil.

O salão Leopoldina estava com ambientação super moderna, com cortinas centrais, combinações de arranjos baixos com cores fortes, arranjos aéreos e nas mesas laterais, arranjos altos de verdes.

A organização e projeto ficaram por conta da Renata Hoff.

Fiquem com as fotos do Franco Rossi, desse casamento super inspirador :














































Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

Destination Wedding | Flores da Cunha

24 de mai de 2017

às 08:00



Todo mundo sabe que o Destination Wedding é uma tendência que só cresce.
Mas poucas vezes a gente fica sabendo  como se decide por um determinado destino ou que levou os noivos a celebrarem uma das datas mais importantes das suas vidas longe de casa!

É isso que eu mostro hoje contando a história LINDA da Mayara e do Fernando, um casal de paulistas que escolheu realizar o seu casamento no interior do Rio Grande do Sul, na cidade de Flores da Cunha.

O relato da noiva está imperdível e as fotos desse dia tão especial estão apaixonantes!!


Ahhhh uma dica, caso você se apaixone pelo vestido da Mayara (um modelo lindo do Lucas Anderi) ele está anunciado aqui no cantinho de desapego do blog!



"Sempre tive vontade de me casar com alguém especial e formar uma família. Sonhava com um casamento bonito, marcante, que durasse muitas horas, e que fosse muito animado e cercado de família e amigos. Quando comecei a pesquisar sobre casamentos, eu já meio que sabia exatamente o que eu queria: um buquê de lavandas e um casamento no estilo boho chic. Com isso em mente, comecei a pesquisar ideias e o que poderíamos fazer para que o casamento tivesse 100% a nossa cara. Somos um casal super animado, que adora viajar, apreciar vinho e estar rodeado da família e amigos! Então, a ideia de um destination wedding era muito forte! Já para o vestido eu queria algo que não me limitasse, que eu pudesse dançar muito e que não ficasse no desespero de querer tirá-lo. Ele tinha de me parecer natural, ter a minha cara e ser apropriado para o lugar.
Nos últimos 4 anos viajamos para a região do Vale dos Vinhedos para aproveitarmos o tempo frio, bebermos vinho e comermos bem. A região é lindíssima. Sempre comentávamos que nos casaríamos por lá e que quando estivéssemos velhinhos, compraríamos uma terrinha e faríamos nosso próprio vinho. Quando ficamos noivos, vimos alguns lugares aqui em São Paulo e região, mas nada que nos fizesse ter a certeza de que deveríamos nos casar em um desses lugares. Marcamos a viagem e fomos em busca de vinícolas para casamento na região. Queríamos, ao mesmo tempo, casar perto nos parreirais e não eram todas as vinícolas que faziam efeitos ou tinham estrutura para um casamento maior. Fomos em várias vinícolas da região e assim conhecemos a vinícola Luiz Argenta, na cidade de Flores da Cunha, próxima a Caxias do Sul. Quando chegamos na vinícola, foi amor à primeira vista. Eu, particularmente, arrepiei e não tive dúvidas de que deveria me casar lá. O Fernando sentiu o mesmo! Foi meio que inexplicável. 
Os preparativos duraram praticamente 1 ano. Decidimos o local em novembro de 2015 e, em novembro de 2016, nos casamos. Escolhemos novembro pois seria uma época com menos frequência de chuvas, clima mais agradável, e os parreirais já estariam começando a ficar carregados de uvas.

Assim que decidimos nos casar em Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, fui atrás de uma assessora da região. Alguém que tivesse realizado casamentos semelhantes na região, que conhecesse e tivesse um bom relacionamento com os fornecedores, e que eu me sentisse segura, ainda mais por estar longe de tudo. Assim conheci a Marta Michelon e sua equipe.
Fui uma noiva muito participativa. Adoro detalhes e esperava que tudo saísse exatamente como nós planejamos e imaginamos. Pesquisei muito o que eu queria, discuti bastante as ideias com o Fernando, o noivo, e juntos decidimos cada detalhe, com muito carinho. Conversávamos bastante com a Marta por telefone, skypewhatsapp, e-mails e tivemos que fazer algumas viagens bate e volta no final de semana para que pudéssemos alinhar todos os detalhes com todos os fornecedores do casamento. Fomos extremamente detalhistas em tudo e trabalhamos muito com a assessoria para que desse certo e saísse tudo realmente com a nossa cara. 
O noivo Fernando foi também super participativo! Fez questão de participar de tudo, ver todos os detalhes, discutir orçamentos e dar ideias. E, mais ainda, foi super paciente comigo e amoroso, pois abraçava inclusive as minhas ideias mais loucas! 
Desafios: O maior desafio que tivemos foi querer uma festa com tantos detalhes, que tivesse a nossa cara e, ao mesmo tempo, estarmos fisicamente longe. As preocupações eram muitas: deslocamento dos convidados e a impossibilidade de pessoas muito queridas para nós não conseguirem ir pelo fato do casamento não ser em São Paulo; deslocamento e custos com fornecedores de São Paulo que fazíamos questão que fizessem nosso casamento, as fortes tempestades do Rio Grande do Sul e a previsão de chuva sorte para o nosso dia (que mudou graças as minhas fortes novenas ao Santo Expedito rsrsrs). 
Escolha do vestido de noiva: Logo que comecei a procurar ideias para o vestido de noiva encasquetei com um tipo de saia com ondas em tule feita por uma estilista chamada Haley Paige. Fui até Los Angeles para provar o vestido desta estilista, mas, para minha decepção, o vestido não ficou nem um pouco legal. Na minha cabeça compraria um vestido já pronto, para dar menos dor de cabeça, mas acabei fechando com o estilista Lucas Anderi. Um dia uma amiga me mandou a foto de uma saia semelhante feita pelo estilista Lucas Anderi. Fui então atrás para conhecer o trabalho dele e me identifiquei bastante. Eu sabia que queria destaque para as costas, um vestido leve, fluído, que não me limitasse e com a saia trabalhada em tule. Foi aí que eu e Lucas desenhamos juntos o meu vestido e simplesmente ficou o vestido dos sonhos!   
Eu queria vestido, cabelo e maquiagem que combinassem comigo e com a Vinícola. Então, nada de brilho, muita armação, muita informação rsrsrs... Queria algo leve e bonito, cabelo solto (deixei meu cabelo crescer bastante) e uma maquiagem com um olhar marcante. Os brincos foi a parte que deu um pouquinho mais de trabalho. As noivas costumam casar com brincos de pérola, mas não era muito a minha cara. Então optei por comprar um brinco que tinha a minha cara e que eu conseguisse usar em outras ocasiões. O véu queria que fosse em tule, sem qualquer detalhe, e comprido.  
Detalhes da cerimônia: A cerimônia foi na própria vinícola, com os parreirais ao fundo e 2 araucárias lindas e altas de cenário! Fizemos a cerimônia das areias: o giácomo, no meio da cerimônia, chamou primeiro todos os padrinhos para que eles colocassem as rolhas com um sentimento que nos desejavam, depois os pais, com a areia branca, para simbolizar o nosso início/nascimento, e logo depois, cada um dos padrinhos enchia o vaso de vidro com areais de cores diferentes (cada cor simbolizando um sentimento), para simbolizar as histórias que vivemos e construímos juntos e, por fim, nós dois colocamos novamente a areia na cor branca, para simbolizar o nosso começo como casal. Foi super bonito. Também escolhemos, para cada um dos momentos, músicas que significassem algo para a gente (misturamos músicas clássicas com músicas modernas que tinham um significado para a gente). Em especial, pedi ao maestro Carlos Zinani que fizesse o arranjo da música Freedom, do filme Coração Valente (desde pequena pensava que, quando casasse, essa seria uma das músicas que deveriam ser tocadas). O resultado não foi outro: chorei muito abraçando pais e padrinhos quando ela tocou! Outro momento muito emocionante foi a entrada dos pajens e daminhas. Como eles eram muito pequenininhos, estávamos apreensivos que não fossem entrar. A torcida de todos foi muito grande. Eles entraram e foi, sem dúvidas, o momento mais fofo da cerimônia. Também teve o momento em que o giácomo contou a todos que meus tatataravós foram donos das terras onde está localizada a Vinícola (fato que eu só soube no dia, horas antes da cerimônia, quando o dono da vinícola, o Sr. Argenta foi até mim e me contou toda a história. Minha avó paterna havia nascido em Bento Gonçalves e meu avô paterno em Caxias do Sul, mas nunca imaginei que algo do tipo poderia ser possível! Estávamos casando lá por causa do vinho e da beleza do lugar!). A minha chegada na cerimônia e a nossa saída foi com o trator da própria vinícola, utilizado para fazer as colheitas das uvas. Colocamos, na saída, latinhas na parte de trás, então foi bem diferente e todos os convidados adoraram. Deixamos, enquanto a cerimônia não começava, uma carrocinha enfeitada com pacotinhos estilo pipoca, mas cheia de uvas da região e uma cestinha com vários offs para afastar mosquitinhos chatos. As convidadas também receberam leques personalizados para o calor. Outro momento muito legal da cerimônia foi a porta de madeira que foi feita especialmente para o nosso casamento e que colocamos para representar as entradas especiais na cerimônia. 
PadrinhosForam 5 casais de padrinhos de cada lado. Sugerimos que as madrinhas usassem longo nas cores candy-color. Para os padrinhos, foi sugerida a utilização de colete e calça no mesmo tom de cinza (todos eles locaram os trajes no mesmo local) e com gravatas na cor lilás, que demos de presente. Os pajens também estavam vestidos iguaizinhos os padrinhos, mas com gravatinhas borboletas na cor lilás.
Detalhes da festa: A festa era também na própria vinícola, ao lado do local onde foi realizada a cerimônia. Para a festa, utilizamos o casarão lindo antigo da vinícola, no qual havia a estrutura dos banheiros, cozinha e um espaço grande interno no qual fizemos o espaço kids com baby-sitter, tv com filminhos e brinquedos para as crianças, uma área de cabelo e make para as convidadas (deixamos à disposição dois cabelereiros na festa e compramos makes para as convidadas usarem) e um cantinho com sofás, caso alguém quisesse descansar. Dentro da casa, que contava com paredes internas de pedras rústicas, também havia um mural de luzinhas para os convidados prenderem as fotos tiradas durante o casamento (contratamos uma máquina que deixamos perto da pista e os convidados podiam tirar quantas fotos quisessem). Ao lado da casa construímos um grande deck de madeira e fizemos a cobertura transparente, para que a festa em si fosse ao ar livre, mas com proteção, tendo todo o parreiral bastante iluminado ao fundo. 

Decoração: Quisemos, desde o início, criar uma identidade para o casamento. Criamos a hashtag #maheferprasempre, que fomos divulgado durante toda a preparação do casamento. Fizemos um save the date com uma foto que tiramos na vinícola e encaminhamos por correio, como um cartão-postal, para todos os convidados, 6 meses antes. Criamos um brasão imitando um rótulo de vinho e nosso convite de casamento poderia ser plantado e nasceriam flores (não queríamos um convite que fosse para o lixo, mas que tivesse um destino e que os convidados se lembrassem da gente). Criamos um site e alimentávamos com roteiros de viagem para o casamento, dicas, programações, fotos, para que nossos amigos e famílias pudessem acompanhar tudo de pertinho. Usávamos também as mesmas paletas de cores, remetendo a cores vibrantes, fortes e alegres e ao mesmo tempo à algo mais rústico. Para a decoração do casamento optamos por tons mais terrosos, com destaques ao laranja e amarelo. Utilizamos diversos tipos de flores e suculentas. Fizemos uma decoração aérea em cima da mesa de doces feita em palets que ficou linda. A decoração foi no estilo mais rústico-chic, com móveis em madeira, e muitas velas. Utilizamos mesas retangulares, redondas (com toalhas brancas) e estilo italianas (mesas para 20 convidados, cada). Para cada mesa mesclamos arranjos diferentes baixos e altos, com velas e candelabros, dando bastante destaque às flores e dinamismo à festa. Para as mesas italianas fizemos um único arranjo de ponta a ponta da mesa, com caída nas laterais. Utilizamos dois tipos de sousplats e cada mesa tinha o nome de uma espécie diferente de uva. Deixamos plaquinhas e lousinhas com nossa história e com indicações e frases aos convidados por toda festa. Fizemos um espaço com barricas de vinho para que os convidados deixassem recados nas rolhas  (no final da festa recolhemos todas e hoje estão na nossa casinha). Havia uma máquina de fotos que as pessoas tiravam fotos e colocavam no mural dentro da casa feito com luzinhas de natal. Havia o espaço kids com babás, tvs, e muitos brinquedos, que depois virou o cantinho do soninho das crianças, assim os pais conseguiriam curtir a festa até o final. Nosso brasão parecia um rótulo de vinho e usamos na festa e nas tacinhas de espumante amarela que os convidados usaram durante a festa e podiam levar de lembrancinha para casa. Divulgamos bastante nossa # antes do casamento e foi legal porque os convidados tiraram várias fotos e usaram a # para que acompanhássemos tudo, desde viagens anteriores ao casamento que eles estavam fazendo usando as nossas dicas. Criamos também espaços bastante confortáveis, com sofás, cadeiras, mesas de centro e laterais para que desse um ar de casa e que todos se sentissem confortáveis. Ao mesmo tempo nos preocupamos em criar uma pista de dança com cara de balada, para que os convidados não saíssem da pista com a gente.
Buffet: O serviço de buffet foi o americano. Deixamos fixo, até o final da festa (às 7 da manhã) um ponto buffet com todo jantar para que os convidados comessem quando e quanto quisessem. Servimos, também, de lanchinho da madrugada, hamburguinhos e sonhos com recheio de creme quentinhos (de madrugada começou a esfriar então esta comidinha quentinha foi ótima).   
As entradinhas mais gostosas foram o chip de banana-da-terra com salmão, o arancini de queijo e bacon e a polenta cremosa com ragu de carne. No jantar, acho que o destaque foi o filé mignon ao molho de vinho tinto com lascas de amêndoa, o risoto de limão siciliano e, o meu preferido, tortei ao molho de manteiga aromatizada com sálvia (bem típico da região). As sobremesas foram bem típicas também, dentre elas, sagu de vinho tinto com creme (sobremesa da minha infância e típica do sul) e a panna cotta com calda de frutas vermelhas. Mas o meu xodó mesmo era a mesa do café, que lembrava muito as coisas que minha avó paterna fazia: broinhas, grostolis (popularmente conhecida como “cueca virada”), cuca de blueberry e biscoitos amanteigados. O nosso menu era divido em duas partes: menu de sentimentos do dia e menu de comidinhas. O menu de sentimentos tinha a Entrada (Chegue Feliz, saia mais feliz ainda), Principal (Amor e mais amor) e Sobremesa (Que a festa e os nossos bons momentos continuem para sempre). Ficou bem fofo! E deu um destaque na mesa.
Bar de drinks: Nosso bar de drinks era bastante variado. Fizemos o bar em paletes, ao lado da pista. Os drinks que mais saíram eram feitos com gim e vodka. O que mais saiu acho que foi o drink que nós inventamos com gim e especiarias.
Destaques da festa: A dança dos noivos foi nada ensaiada. Como gostamos de dançar juntos sertanej, decidimos horas antes da festa que seria uma música sertaneja da dupla Victor e Léo, que gostamos muito e marcou a nossa história. Os convidados vieram logo para a pista e dançaram com a gente. Foi a nossa cara!  Outros destaques foram o wine bar com o sommelier Willian, da própria vinícola, que explicava aos convidados que queriam saber mais sobre vinho como degustar, os tipos de uva, com o que degustar (mesmo aqueles que não gostavam muito de vinho começaram ali a gostar e começar a beber), os cabelereiros que disponibilizamos na festa para atender as convidadas, o espaço kids que ajudou muito as mães e pais a aproveitarem mais a festa, os balões que soltamos ao anoitecer com todos os convidados, a máquina de fotos na pista que foi superutilizada pelos convidados (que além de colocar as fotos no mural de luzinhas levavam uma cópia para casa como recordação da festa).

Ponto alto da festa: O clima do casamento, sem dúvidas, foi o ponto alto. Foi um casamento que durou um final de semana inteiro, um destination wedding, em que os convidados se envolveram uns com os outros formando uma só turma em uma só festa. Todo mundo estava feliz, impressionado com a beleza do lugar, tirando muitas fotos, curtindo muito e dançando muito. Para que tudo isso fosse possível pensamos, desde a chegada dos convidados (em grande parte dos voos foram entregues recados às comissárias para que elas lessem nossa mensagem aos convidados - desejávamos um excelente voo e falávamos que aguardávamos a todos ansiosamente – foi filmado por alguns convidados que nos mandaram antes da festa e foi muito legal!) até o que eles poderiam fazer durante todo o final de semana. Para sexta, fizemos o wellcome drinks no hotel de Caxias do Sul para todos os convidados, com bebidas e comidinhas; disponibilizamos no sábado desde cedo cabelereiros e maquiadores que atenderam as convidadas em dois dos hotéis (assim ninguém tinha que se preocupar em procurar cabelereiro e make na cidade); deixamos em todos os quartos dos 3 hotéis as balas de coco da Daniela Andrade com um tag imitando tag de porta de hotel que fizemos com toda a programação, horários de vans, dicas etc. e que nós fizemos com a ajuda dos padrinhos um a um. Tomávamos café juntos no hotel, o que era super legal, porque o hotel era todo ocupado praticamente por nossos convidados. Alguns convidados também viajaram para Bento Gonçalves no domingo, que é bem pertinho da onde estavam, e foram almoçar em vinícolas bem conhecidas na região. Foi um final de semana espetacular!  












































 
Lista de fornecedores:
Fotos – Torin Zanette
Vídeo - Torin Zanette
Assessoria – Marta Michelon Eventos e Decorações 
Espaço – Vinícola Luiz Argenta, em Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul 
Coral ou orquestra – Quinteto de cordas e trompetes da orquestra sinfônica de Caxias do Sul
Decoração - FW Flores e Decorações e Marta Michelon Eventos e Decorações
Móveis  Locare Materiais e Cenografias para Eventos e FW Flores e Decorações 
Iluminação - FW Flores e Decorações e Locare Materiais e Cenografias para Eventos
Tapetes  Locare Materiais e Cenografias para Eventos
Flores – FW Flores e Decorações
Materiais e objetos - Locare Materiais e Cenografias para Eventos e FW Flores e Decorações
Buffet – Nostra Cucina Ristorante  
Bar – Flavour
Bolo - Arte e Tortas
Doces – Doceira Janine, Marisa Doces, Mano Andrade Doces eDanielle Andrade (balas de coco)
Vestido de noiva – Lucas Anderi
Cabelo e maquiagem – Edu Oliveira 
Acessórios –  brincos Swarovski e terço da vovó Nair
Sapatos – Jorge Bischoff
Alianças – Ouro Rosê
Traje do noivo – Alfaiataria Persona
Vestidos das daminhas  Sweet Valentina
Bem-casados – Ana Cristina bem-casados
Convites e papelaria – Papel Estilo
Lembrancinhas – Tacinhas de espumante Boccati, na cor amarela com nosso brasão, e sapatilhas Poupée para as convidadas
Banda/DJ -  DJ Ronaldo Gasparian

1
SP - 19860133v1

Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Sempre Noiva © Copyright 2012
Design por Delikka