Cinza + Amarelo + Rosa

26 de fev de 2015

às 08:30

O chá é de bebê, mas podia perfeitamente ser um chá de lingerie ou panela.
Eu sempre amei combinações com cinza.
Quando eu era adolescente eu queria um tênis cinza e rosa, era um único que tinha a venda, todo mundo odiava e minha mãe não deixou eu comprar!
O cinza me traz a modernidade das cores mais sóbrias e escuras, bom pra quem acha pesado demais usar o preto nessas ocasiões. (eu não acho!)
Em conjunto com o rosa e o amarelo ele fica perfeito, alegre, delicado e lindo.
Nada de flores naturais por aqui, e mesmo as artificiais ficaram uma graça! Elas foram usadas também para fazer o fundo da mesa, através de fios.
A minha paixão? O trio de bolos!!!! combinando perfeitamente entre eles.

Tudo de se apaixonar e se inspirar!














Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

Viajando para Aruba!

25 de fev de 2015

às 10:20

Como vocês sabem, fui pra Aruba nos últimos dias.
Eu tenho até medo de escrever esse post e não conseguir deixar ele a altura de tudo que eu vi e vivi por lá.
Com as nossas Bodas de Madeira, essa seria nossa segunda Lua de Mel.
Foi mais que perfeita!
Quem organizou tudo foi a Continente Honeymoon. A dica do destino veio da Jack e fomos super seguros.
Procuramos ela pra decidir pra onde iriamos, ela analisou nosso perfil e sugeriu. Acertou em cheio!
Voltamos renovados e cheios de amor!
Espero poder fazer uma viagem dessas por ano, nos dá gás, nos fortalece e une o casal.
Foi muito especial!


Vou tentar relatar tudo pra servir como um guia pra quem sonha em conhecer esse paraíso.



Nossos voos foram:
Porto Alegre- São Paulo
São Paulo- Panamá
Panamá - Aruba

O nosso maior tempo de espera foi de São Paulo para Panamá, em Guarulhos. Ficamos a madrugada por lá.
O aeroporto só libera internet por 60 minutos, mas indo no Starbucks, você consegue ilimitado.

Muitas cadeiras por todo aeroporto possuem cadeiras com tomadas, perfeito para os viciados como eu!

Nossa cia aérea foi a Copa. O voo até o Panamá dura em torno de 7 horas.
O serviço de bordo é super bom, e todas poltronas possuem tv individual com filmes novos, músicas e especiais para crianças. Fez as horas passarem super rápido!



Chegando no Panamá. Nosso voo chegou atrasado e nosso voo pra Aruba era logo, tivemos 10 minutos pra olhar os Free Shops por lá.
Fui em uma época do dólar super alto, então não encontrei nada que valesse a pena.
O aeroporto é um pouco bagunçado e quente, mas tem internet por 2 horas! (já é uma melhora!)

Do Panamá pra Aruba foi mais 1:30 hs. O avião é mais simples mas mais confortável.

Chegando em Aruba:

Quando o avião começa a descer e você começa a ver o verde do mar cai a ficha de que se está chegando em um lugar inesquecível. Essa imagem não sai da minha cabeça!

Aruba é uma ilha (saiba mais sobre Aruba aqui) e bate um pavor quando o avião vai descendo e você acha que ele não vai ter onde pousar, a pista fica colada com o mar.

Fizemos a imigração chegando lá. Simples e rápida.
Nossas malas tinham sido despachadas em Porto Alegre pela Gol, achei que tinha muita chance de perder a bagagem mas estava tudo perfeito quando chegamos.

O Aeroporto é engraçado! Parece algo de 1980, com rosa e dourado.
Ao pegar a bagagem já veio um funcionário nos perguntar se estava tudo certo.
Rapidinho já saímos.



Optamos por não alugar carro no primeiro dia, pegamos um táxi para o nosso hotel.
Os Táxis são tabelados, custa $25,00 até Palm Beach. Os carros são grandes, luxuosos e todos com ar condicionado.

Chegando em Palm Beach:

15 minutos de táxi e estávamos na praia do nosso hotel, Palm Beach.
O hotel escolhido foi o Riu Palace Hotel & Resort.

Chegamos lá meio dia e nosso quarto seria liberado as 15 horas.
Enquanto isso já ganhamos nossas pulseiras do sistema all inclusive, deixamos as malas no hall do hotel (ninguém mexe!) e fomos almoçar.

O Hotel:
É enorme, uma cidade, e fica na beira da praia.

Ele tem um estilo mais antigo e americano, com móveis de madeira escura, dourado, vermelho e roxo.
Tem ventilador e ar condicionado por tudo, é muito quente na ilha.


Ficamos em uma suíte Junior, que possui hidromassagem, sala, quarto e uma sacada enorme.
Logo que entramos no quarto a recepção ligou para saber se tínhamos gostado das instalações, todos são super atenciosos.

O hotel tem tudo que você pode imaginar.
Academia, spa, muitos bares, diversos restaurantes e uma piscina incrível!

Além do Cassino e de shows a noite espalhados pelo hotel.

Não podíamos estar melhor instalados!


O sistema all inclusive:

Primeira vez que fiquei em um hotel assim. E vou dizer: é sensacional!
Você realmente pode comer e beber tudo que o hotel oferece, a qualquer hora.
Existem bares ao longo de todo o hotel. Na entrada, na piscina, na casa de shows...
Você encontra drinks, refrigerantes, cervejas, vinhos e whisky por todo o lugar.
As comidas são divididas por restaurantes com horários. Sempre algum está funcionando.
Café da manhã, almoço, lanche e janta.


Fora isso, um bar 24 horas com um cantinho self service com sanduíches prontos, cachorro quente, nacho, pipoca e frutas.



Além disso, você pode reservar algumas noites em restaurantes especializados: Japonês, Italiano, Steak House e Gourmet. A reserva deve ser feita pela manhã até as 11 horas e você escolhe entre dois horários: 18:30 ou 21:00.



Se não quiser escolher nenhum desses (que são a la carte) sempre tem o buffet de jantar, que é perfeito.

Além disso tudo, o quarto tem frigobar com cervejas, água, refri, whisky, vodka e licor. Tudo liberado e se acabar é só pedir mais.

As comidas são pra agradar o mundo todo, mas com pouca carne vermelha, cheguei louca por um churrasco!

É um sistema super bom para quem quer aproveitar muito o hotel, que nosso caso era o objetivo.

Nossa Praia:

O Riu fica em Palm Beach, uma praia que concentra a maioria dos hotéis.
Ela é perfeita! Mar calmo e fundinho na entrada, ou seja, uma piscina.
O hotel disponibiliza toda estrutura como cadeiras e sombra, bem tranquilo.



Palm Beach ainda tem na beira da praia um pier com lojas e restaurante, além de locais para contratar atividades no mar.


Na rua da frente do hotel, caminhando 5 minutos tem um centrinho com lojas, restaurantes e galerias.
Ali já é possível encontrar lojas legais como Tommy Hilfiger, Swarovsky e Victoria Secrets.


Conhecendo Oranjestad:

Fomos alugar um carro e não conseguimos então decidimos ir pro capital de Aruba de ônibus.
Ele pega na frente do hotel e larga no mesmo local, o valor da passagem é $2,30 e é vazio e com ar condicionado. O ponto final é na muvuca de Oranjestad.


Quando chegamos, não sabia nem pra que lado ia. Tem muita loja, sua maioria é de produtos locais e souvenirs, e muita, mas muuuuuuuuuuuita loja de jóias e relógios.

Aqui você encontra Dolce Gabbana, Prada, Michael Kors, Louis Vuitton, Gucci, Tommy, Lacoste, MAC, etc.
Os preços são bem melhores que o Brasil e encontrei algumas coisas mais baratas até que no free shop.

As lojas ficam em galerias, então é preciso andar no calor entre uma e outra, isso desanima um pouco já que é muito quente!

Os cruzeiros que chegam em Aruba ficam ancorados em Oranjestad, então tem bastante gente circulando.




É tudo super limpo, organizado e mistura arquitetura tradicional com moderna.
Um passeio imperdível!

Ah, aqui você encontra o famoso I S3 ARUBA!




Alugando um carro:
Dois dias depois conseguimos alugar um carro.
Funciona assim: você não precisa de autorização internacional pra dirigir, só a carteira de motorista do Brasil.
O aluguel de um carro médio ficou $95,00.
Você precisa ainda deixar pago $300,00 como caução, na entrega do carro você recebe esse valor de volta.
O tanque vem cheio e você precisa devolver cheio. Ficamos impressionados com a economia do carro! Andamos um dia todo com ar ligado e na hora de abastecer pagamos $9,00.

Conhecendo a ilha toda:

Tinhamos só um dia pra conhecer as outras praias, mas meu objetivo maior era conhecer Baby Beach.
Fica bem numa ponta da ilha, levamos uns 40 min pra chegar lá.




Passamos por muitas praias no caminho, entre elas Eagle Beach, Manchebo Beach, Rodgers Beach.


Baby Beach é imperdível, uma praia escolhida por muitos para mergulho.




Saimos de lá e fomos de carro por toda ilha! Passamos por Santa Cruz, Paradera, San Nicolas, Noord...

Foi muito especial. Fomos sem GPS com o objetivo de ir conhecendo cada cantinho.
Vimos muito a cultura local, as casas, mercadinhos e o povo.
Uma experiência única!

Considerações finais:

- A língua oficial é o Papiamento, mas só encontrei gente falando nesse idioma em mercados afastados e no aeroporto.
De resto, inglês e espanhol. Foi bem tranquilo!

- A moeda local é Florins, mas todo lugar aceita dólar. Só lembre de pedir o troco em dólar.

- O povo é incrível! A gente se sente em casa. Todos muito educados mas principalmente alegres!

- Se você optar por um All inclusive e não quiser fazer compras ou alugar carro, você só precisará gastar com o taxi, do contrário o hotel tem tudo e você viverá dias incríveis mesmo sem sair da praia escolhida.

- prepare-se para engordar!

- você só precisa de passaporte, não é preciso visto nem vacinas.

- venta muito! Quem gosta de usar vestidinhos, como eu, use um shorts por baixo.





Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

Pedras

24 de fev de 2015

às 10:44

Estou ainda no clima de praia, devagar e amando tudo relacionado com mar, areia e vida leve.
Amei essas sugestão de usar as belezas naturais na decoração do casamento, nesse caso em forma de mesa.
Criativa, marcante e linda.
Só é preciso cuidar que não seja algum lugar que tenha muito vento, ou que venha uma onda e leve tudo!








Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

Pequeno Príncipe

19 de fev de 2015

às 08:00

Quero começar esse post dizendo que se eu tiver um filho menino e eu copiar essa festa, vocês estão proibidos de me chamar de invejosa e "copiona".
Eu AMO com todas minhas forças o tema Pequeno Príncipe! E essa festa eu achei perfeita.
Pra mim, remete muito a minha infância. Foi o livro que mais amei.

Hoje mostro a festa de 1 aninho do Theo, filho da Vanessa do Blog Mãezinha Vai com as Outras.
Vem ler o que ela me contou sobre a comemoração:


"Sou a Vanessa Martini, mãe do Theo.
Meu filho completou 1 ano no dia 21 de janeiro e fizemos uma pequena festa aqui no condomínio onde moro.

Antes de ser mãe eu batia no peito ao afirmar que não faria festa no primeiro aniversário dele porque ele não entenderia. A ideia era fazermos uma viagem em família e deu.

Mas o tempo foi passando, a data se aproximando, e comecei a sentir vontade de reunir os amigos e festejar. Comemorar um ano de mudanças, de incertezas, de alegrias, de medos, de noites sem dormir... e foi o que aconteceu.
O tema da festa foi Pequeno Príncipe, que apesar de meio batido eu amo de paixão e aproveitei para fazer enquanto ele não pode escolher, né? :)

Para a comida optamos pelos chamados "homem pizza" que iria agradar a todos os adultos, refrigerante para os grandes e sucos naturais para os pequenos.
As lembrancinhas, confeccionadas pela vovó foram sacolinhas estilo ecobag (azuis e vermelhas), onde os convidados poderiam colocar os doces da mesa para levar para a casa.


Confesso que hoje consigo ver melhor a festa pelas fotos, pois no dia fiquei muito nervosa para que tudo desse certo. Mesmo sendo uma festa pequena e para amigos bem íntimos e familiares eu queria que tudo saísse da melhor forma possível. E foi! Ele adorou e nós também!"
















DECORAÇÃO: Danila Ananias

Decoração mesa das crianças e lembranças: Acessórios Eva

FOTOGRAFIA: Andressa Barros Fotografia

Convite e Save the Date: Viu Multimídia

DOCES: Mariana Boll

Caroline 
Modezeiski Maciel

BOLO (fake): Carina Ferreira

Personagens da mesa: Sônia Testoni

Pesonalizados da mesa
Studio Craft Pesonalizados




Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Sempre Noiva © Copyright 2012
Design por Delikka