Vamos animar a Festa?

25 de mai de 2011

às 04:45

Falar em banda para casamentos, é falar da Dublê.

Essa banda, super divertida, consolidou o seu nome no Rio Grande do Sul como referência em animação das mais badaladas festas que acontecem por aqui.



Conversamos com os meninos para conhecer mais o trabalhos deles, curiosidades, dicas e valores...confere como foi esse bate papo:

SN: Como é o primeiro contato com os noivos que contratam a banda?


Dublê: Normalmente, em um primeiro contato as informações básicas são trocadas. Depois, em um segundo momento se afina a questão das exigências da festa, do repertório – o que é sempre feito de acordo com perfil dos noivos e dos convidados do evento.

SN: Como é o atendimento que a banda dá ao cliente depois de fechada a data do casamento?

Dublê: Essa é a parte mais importante, pois é nesse período em que a banda fará as combinações com os noivos. O show não é padronizado – ao contrário, ele segue as expectativas e gostos dos noivos.

No repertório, tentamos dar ênfase àquilo que os noivos mais gostam e evitamos os estilos e músicas pelos quais eles não se interessam. Independentemente das escolhas, a Dublê preza sempre pelo bom gosto. Os estilos musicais são organizados em pequenos blocos, para não cansar ninguém e para manter o público na pista dançando o tempo todo.

Outra combinação é com relação às brincadeiras com os noivos e convidados. Normalmente, a banda chama os noivos ao palco para uma dança romântica e depois, em outro momento, chama os padrinhos ou as madrinhas para pagar uma prenda – como fazer a coreografia da banda Rouge, por exemplo.

A noiva também costuma jogar o buquê de cima do palco, com direito a rufar de tambores e tudo mais...

SN: Quais casamentos famosos a banda participou?

Dublê: Já fizemos alguns casamentos bem importantes, com o do Rafael Sóbis (Sport Club Internacional) e do Lucas Leiva (ex-Grêmio). Recentemente, também, a banda tocou no casamento da Camila Menezes, filha do técnico da seleção brasileira de futebol, Mano Menezes.

Temos também ido a São Paulo tocar em festas de casamento por lá desde o ano passado. É um grande mercado que está se abrindo para nós. Na nossa última ida a São Paulo, tocamos na festa de aniversário do Sérgio Herz, dono da Livraria Cultura, que já havia contratado a banda para seu casamento alguns anos atrás.


SN: Nos chamou atenção vocês realizarem muitos casamentos judaicos. Existe um repertório diferenciado para essas celebrações?


Dublê: Sim. Já faz bastante tempo que temos no nosso repertório várias canções da tradição judaica. Algumas são mais românticas, outras são mais agitadas. É sempre um momento bastante emocionante quando temos a oportunidade de tocar essas músicas. As pessoas participam muito, dançam na frente do palco e ao redor dos noivos. Nós tivemos até aulas de hebraico para não derraparmos na pronúncia.

SN: Que novidades vocês têm apresentado nos shows?

Dublê: Estamos começando a trabalhar uma atração do show em que a noiva (ou o noivo) faz uma homenagem ao parceiro cantando uma música. A noiva ou o noivo ensaiam com a banda durante a semana e no dia da festa a surpresa é apresentada no meio do show. É um momento que tem feito muito sucesso.

SN: Quais são os momentos que mais agitam a festa?


Dublê: Temos vários momentos marcantes durante o show, como as coreografias que ensinamos ao público; as canções com figurino diferenciado, como perucas, poás (e até vestidos!); os momentos em que o vídeo interage com o público; um strip tease (no qual às vezes acabamos com mais roupas do que antes); e os momentos em que os noivos sobem ao palco para dançar, jogar o buquê ou apresentar um número musical.

SN: A banda se preocupa com todas as faixas etárias na festa, então nos contem, o que faz mais sucesso com o pessoal mais maduro?


Dublê: As músicas dos anos 70 com certeza. No Projeto Emoções em Alto Mar (a banda se apresentou em 2010 e 2011), do Roberto Carlos, elas foram um grande sucesso. A Summer Nights, do filme Grease, é um sucesso garantido entre esse público. I Will Survive e Staying Alive também são muito aplaudidas.

SN: E os mais jovens?


Dublê: Os jovens gostam de um repertório mais atual, como Lady Gaga e David Getta. Sempre temos músicas como essas preparadas, pois chega um momento na noite em que o pessoal mais velho dá lugar aos mais novo na pista de dança.



















Quer ter uma idéia de quanto custa tem esse super show pra animar seus convidados ainda mais?

O Custo atual da banda, para 1h e 30minutos de apresentação em Porto Alegre sai em média R$8.000,00* (sem o custo do rider técnico)

*Valor referencial, variando para mais ou para menos de acordo com o briefing do evento. Válido para Maio de 2011.

Com toda certeza, a diversão é garantida!!!!!
Saiba mais:

Alan Lenz

Dublê Produtora

(51) 3062-7168  / (51) 7811-9473NEXTEL: 86*242144

www.bandaduble.com.br

Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

3 comentários:

  1. Girls,
    O moço trocou o nome da filha do Mano Menezes. O certo é Camila!
    Beijos
    Adoro a banda!

    ResponderExcluir
  2. Oi Rê, nome alterado!! Obrigada pela correção!
    Bjs
    Sempre Noiva!!

    ResponderExcluir
  3. Eu tambe9m acho Luisa....uma vez eu ate9 caed no che3o de tanto rir, quando minha prima caiu dencsedo do altar....hehehehehehehheheTudo bem que eu tinha 5 anos...mas puxei a risada na igreja inteira...hehehehehehehehehehehhhe

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Sempre Noiva © Copyright 2012
Design por Delikka