Nutrição na Gravidez

4 de ago de 2015

às 10:09


Quero começar o post pedindo desculpas por estar mais ausente.
Fechei  12 semanas de gestação e sofri de Hiperêmese Gravidica, que nada mais é que o excesso de vômito na gravidez.
Por mais que eu tente descrever, só quem passou entende o que é isso!
Enfim... estou melhorzinha e retomando todos assuntos aqui do blog!

Eu já contei pra vocês que estou grávida, mas não contei como eu descobri.

Acho que já comentei sobre minha suspeita de ovários policísticos. Os ovários policísticos dificultam a perda de peso e o aumento de peso, por sua vez, prejudica os ovários policísticos. É uma bola de neve.

Meus planos eram começar a tentar engravidar ano que vem, e pra isso eu teria que tratar seriamente meu "problema".

Eu queria emagrecer 15 kg pra diminuir os malefícios dos ovários policísticos e engravidar com saúde.
Para isso eu fechei um programa na Emagrecentro, um centro de saúde e beleza com franquias em todo o Brasil.

Pois bem, comecei indo na consulta com a nutri que fez uma avaliação super detalhada mediante a exames de sangue. Planejamos uma dieta de acordo com meus hábitos e necessidades. Isso foi em uma quinta.

Na terça seguinte eu  começaria todos os tratamentos estéticos que iriam auxiliar na perda de gordura e líquidos:  Criolipólise, Acupuntura, Lipo-Carbox, Infra-red, Lipo- injection e drenagem.

Para isso preenchi um questionário bem completo sobre minha saúde e a perguntinha estava la:
Menstruação:( ) Regular ( ) Irregular ( ) Gravidez

No dia eu marquei irregular, eu estava atrasada, tinha feito exames de sangue uns 20 dias antes e não estava grávida. Pra mim tudo era culpa dos malditos policísticos!

Um dia antes de começar os procedimentos achei que eu estava enorme, com a barriga inchada e sensação de estômago sempre cheio. Não falei nada pra ninguém e comprei um teste de farmácia.
E lá estavam, as duas listrinhas mais assustadoras e apaixonantes da minha vida!!

A partir disso, minha vida mudou e meus tratamentos tiveram que mudar radicalmente!
Falei com a Dani, proprietária da Emagrecentro sobre as mudanças e ela me orientou a seguir o plano pra gestantes.

Comecei voltando na clínica com meus novos exames de sangue para preparar uma orientação nutricional especial pra mim.

Em tudo da gravidez, os cuidados com a alimentação foram os que mais me assustaram. Eu já estava muito acima do meu peso, estava com muito medo de prejudicar o meu bebê.

Tenho ido nas consultas semanalmente e pedi pra "minha" nutri, a Ivana Goulart, pra responder umas das maiores duvidas que eu tinha para compartilhar com vocês:




Quais alimentos devemos evitar na gravidez devido ao risco de doenças como toxoplasmose?
O consumo de alimentos como frutas e verduras, que não sofreram a correta higienização e desinfecção; outra causa comum é o consumo de carnes (vermelhas e brancas) mal passadas e cruas; e a água quando não tratada.

Muitas grávidas ficam com anemia na gestação, quais alimentos ajudam a prevenir que ela apareça?
Primeiramente é importante saber se a anemia apresentada é a ferropriva, aquela por deficiência de ferro, caso seja, os alimentos indicados são: carne vermelha, fígado e demais vísceras como exemplos de origem animal. Como exemplos de origem vegetal são: beterraba, espinafre, feijões, couve. Lembrando que se o ferro for de origem vegetal deve-se associar a alguma fonte de vitamina C como um suco de laranja por exemplo.

Como funciona a rotina alimentar na gravidez, devemos comer mais fracionado?
Lembrando que muitas gestantes sofrem com episódios de vômitos freqüentes, o fracionamento da dieta é interessante, pois o fato de não haver plenitude gástrica ajuda numa digestão mais rápida, facilitando a absorção de mais nutrientes e, na maioria dos casos, evitando os vômitos tão freqüentes, por essa razão, comer em menor quantidade, mais vezes ao dia se torna bastante benéfico. O recomendado é comer a cada 3h, mas pra algumas mulheres esse fracionamento pode chegar a cada 2h.


E líquidos? Qual a importância deles?
Os líquidos são fundamentais para manter a boa hidratação e também ajudar na circulação sanguínea, aumentado o volume sanguíneo corporal necessário para o desenvolvimento fetal. Além disso, com freqüência, algumas gestantes apresentam constipação em algum período da gestação e a água facilita no bom funcionamento intestinal bem como ajuda em alguns casos a amenizar os sintomas de náuseas e vômitos.


Sofro com muito enjoo, quais alimentos podem colaborar para a diminuição deles?
Isso varia de gestante para gestante, é muito difícil afirmar quais alimentos são os mais indicados. Os mais comuns são os gelados, com sabores cítricos e alguns amargos.

O aumento de peso é um fator que assusta muitas grávidas, qual a orientação para quem é magra, sobrepeso e obesidade?
Isso varia de acordo com o Indice de Massa Corporal (IMC) pré-gestacional. Para mulheres com baixo peso o recomendado é de 12,5 a 16Kg, mulheres com peso eutrófico (normal) o recomendado é de 11 a 16Kg; para mulheres com sobrepeso é de 7 a 11,5Kg e para mulheres com obesidade o recomendado é de 5 a 9Kg durante a gestação podendo variar conforme o caso.

Cafés e refrigerantes a base de cola são proibidos?
Não são proibidos, apenas não recomendados. São compostos extremamente industrializados que não fazem bem a saúde, que podem interferir na absorção de alguns nutrientes como, por exemplo, o cálcio. Além disso, podem interferir na pressão arterial.

Alguma recomendação geral para as futuras mamães?
Nem só de flores vive a gestante, é muito importante falar que o acompanhamento nutricional é fundamental neste ciclo da vida, pois ter uma alimentação correta e balanceada num mar revoltado de hormônios é muito difícil. Uma alimentação orientada por um profissional é primordial para nutrir bem o seu bebê, assim ele pode crescer e ficar mais perfeitinho ainda.





Compartilhe: Tweet This ! Share On Facebook !
Curta:

0 comentários:


Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Sempre Noiva © Copyright 2012
Design por Delikka